Book Tour: E se fosse verdade…


E se fosse verdade…
de Marc Levy,
editora Bertrand Brasil.

Editora Bertrand Brasil

Tudo começou por causa de uma prova da gincana de natal do Muito Pouco Crítica. Pois é, o prazo estava quase acabando e eu não tinha escrito uma linha. Tudo o que eu tinha que fazer era recomendar um livro. Pensei, pensei, pensei e consegui, enfim, escolher o livro. A indicação não ficou como eu queria, achei piegas e escrita às pressas, mas como não vou ter oportunidade de reler o livro agora para resenhar decentemente, deixo para vocês minha recomendação:

Você já se apaixonou? Não digo gostar de alguém, mas se apaixonar de verdade, a ponto de… sei lá, roubar uma âmbulância e sequestrar um corpo do hospital? Já se apaixonou a ponto de convencer seu melhor amigo que vale a pena fazer tudo isso por um… um… um espírito? Arthur já. E fez eu me apaixonar junto com ele. E pensar que tudo começou com um espírito no armário do banheiro! Arthur jamais poderia prever que sua vida mudaria daquele jeito. E que se apaixonaria daquele jeito. Lauren está presa, em coma, na cama de um hospital e a única pessoa que consegue vê-la, ouví-la e ajudá-la é o novo inquilino de seu antigo apartamento… Mas Arthur pode mais do que isso. Arthur pode sentí-la. Enquanto acompanhei Arthur movendo céus e terras para salvar sua amada – com a ajuda do espírito da própria Lauren – pude me perguntar até que ponto eu iria por amor. Acompanhando o desenrolar da história desses dois – duas almas, dois corpos e um espírito – pude avaliar o que eu mesma pensava sobre o quão longe podemos ir por alguém que realmente amamos. Arthur não podia mais viver sem Lauren, Lauren não conseguiria – literalmente, levando em conta que estava no hospital – viver sem Arthur. E consegui concluir que eu não seria a mesma pessoa depois de ler a história de Marc Levy. “O que eu vou contar não é fácil de entender, é impossível de aceitar, mas se quiser ouvir a minha história, se quiser confiar em mim, então, talvez, acabe acreditando, e isso é muito importante porque, você não sabe, mas é a única pessoa no mundo com quem eu posso compartilhar esse segredo…” Arthur, Lauren e Marc Levy mudaram a minha vida. E mudaram suas próprias vidas. Depois deles pensar em amor nunca mais foi a mesma coisa. E nunca será. Só quem ler vai entender o que eles passaram, o que me fizeram sentir. É impossível não se apaixonar depois disso. Se não por alguém, por eles. Ah, claro… o livro é E se fosse verdade, de Marc Levy.

Book Tour: E Se Fosse Verdade

Leia mais…