7 anos de Livros & Bolinhos!

Gratidão é pouco para descrever o que sinto ao ver que sete anos se passaram desde que tudo começou. MUITO OBRIGADA não é o suficiente – e não será nunca. Mas, mesmo assim, agradeço de todo o coração a companhia de cada um de vocês… Visitante recente ou leitor antigo, não importa. O que importa é que você está aqui e, por isso, continuo. ;)

a Rafflecopter giveaway

Serão sorteados 7 livros e 7 ganhadores, sendo um livro por ganhador, na ordem abaixo:

  • O casal que mora ao lado
  • Meus dias com você
  • A pequena livraria dos corações solitários
  • Mil pedaços de você
  • O duque e eu
  • Orgulho e preconceito e zumbis
  • De malas quase prontas

O sorteio será realizado no dia 15/09/2017.

Resenha em vídeo: Meus Dias Com Você


Meus Dias Com Você
de Clare Swatman,
editora Arqueiro.

Sinopse: Numa fatídica manhã, Ed e Zoe têm uma discussão terrível, algo recorrente no seu casamento em crise, e ela acaba se despedindo de forma brusca quando ele sai para o trabalho.

Pouco tempo depois, um ônibus acerta a bicicleta de Ed, matando-o e deixando Zoe arrasada por não ter lhe dito quanto o amava. Se tivessem ficado mais um pouco juntos aquela manhã, ele ainda estaria vivo? Será que poderiam ter reconstruído o amor que os unira?

Após dois meses, Zoe ainda não conseguiu se conformar. De luto, decide cuidar do jardim do marido, quando acaba caindo e desmaiando. Então, algo estranho acontece: ao acordar, ela está em 1993, no dia em que conheceu Ed na faculdade. A partir desse instante, Zoe passa a reviver momentos cruciais de sua vida e percebe que talvez tenha conseguido uma segunda chance: uma oportunidade de fazer tudo diferente, de focar naquilo que realmente importa, de mudar os rumos do relacionamento – e, quem sabe, o destino de seu grande amor.

Tags #16: Vida de youtuber/booktuber


E o vídeo dessa semana, mais uma vez, conta com a participação da querida Natalia Eiras, do Perdida na Biblioteca. Ela me fez um mooonte de pergunta sobre o universo do youtube e eu respondi bem ao estilo #prontofalei. Corre pra assistir. ;)

Leia mais…

Leituras do Mês! [Julho/2017]

Banner Leituras do Mês peq

Quatro leituras no mês: metade foi ótima, mas a outra metade nem tanto. Aperta o play e confere aí! ;)

Leia mais…

Resenha em vídeo: Piano Vermelho


Piano Vermelho
de Josh Malerman,
editora Intrínseca.

Sinopse: Ex-ícones da cena musical de Detroit, os Danes estão mergulhados no ostracismo. Sem emplacar nenhum novo hit, eles trabalham trancados em estúdio produzindo outras bandas, enchendo a cara e se dedicando com reverência à criação – ou, no caso, à ausência dela. Uma rotina interrompida pela visita de um funcionário misterioso do governo dos Estados Unidos, com um convite mais misterioso ainda: uma viagem a um deserto na África para investigar a origem de um som desconhecido que carrega em suas ondas um enorme poder de destruição.

Liderados pelo pianista Philip Tonka, os Danes se juntam a um pelotão insólito em uma jornada pelas entranhas mortais do deserto. A viagem, assustadora e cheia de enigmas, leva Tonka para o centro de uma intrincada conspiração.

Seis meses depois, em um hospital, a enfermeira Ellen cuida de um paciente que se recupera de um acidente quase fatal. Sobreviver depois de tantas lesões parecia impossível, mas o homem resistiu. As circunstâncias do ocorrido ainda não foram esclarecidas e organismo dele está se curando em uma velocidade inexplicável. O paciente é Philip Tonka, e os meses que o separam do deserto e tudo o que lá aconteceu de nada serviram para dissipar seu medo e sua agonia. Onde foram parar seus companheiros? O que é verdade e o que é mentira? Ele precisa escapar para descobrir.

Tags #15: 50%

Tag dos 50% que vi em vários canais, mas peguei as perguntas da Bruna Miranda! :)

Leia mais…

Lista: 5 livros que não li, mas sei que vou amar

Coluna nova no blog! Vou tentar fazer várias listinhas dessas com livros parados na estante e sobre os quais nunca falei antes.
A primeira foi fácil: 5 livros que ainda não li, mas que tenho CERTEZA que vou amar quando o fizer. Aperta o play! ;)

Resenha em vídeo: Confesse


Confesse
de Colleen Hoover,
editora Galera Record.

Sinopse: Auburn Reed perdeu tudo que era importante para ela. Na luta para reconstruir a vida destruída, ela se mantém focada em seus objetivos e não pode cometer nenhum erro. Mas ao entrar num estúdio de arte em Dallas à procura de emprego, Auburn não esperava encontrar o enigmático Owen Gentry, que lhe desperta uma intensa atração. Pela primeira vez, Auburn se vê correndo riscos e deixa o coração falar mais alto, até descobrir que Owen está encobrindo um enorme segredo. A importância do passado do artista ameaça acabar com tudo que Auburn mais ama, e a única maneira de reconstituir sua vida é mantendo Owen afastado.

Outros livros citados:

Resenha em vídeo: Até Que A Culpa Nos Separe


Até Que A Culpa Nos Separe
de Liane Moriarty,
editora Intrínseca.

Sinopse: Amigas de infância, Erika e Clementine não poderiam ser mais diferentes. Erika é obsessivo-compulsiva. Ela e o marido são contadores e não têm filhos. Já a completamente desorganizada Clementine é violoncelista, casada e mãe de duas adoráveis meninas. Certo dia, as duas famílias são inesperadamente convidadas para um churrasco de domingo na casa dos vizinhos de Erika, que são ricos e extravagantes.

Durante o que deveria ser uma tarde comum, com bebidas, comidas e uma animada conversa, um acontecimento assustador vai afetar profundamente a vida de todos, forçando-os a examinar de perto suas escolhas – não daquele dia, mas da vida inteira.

Outros livros citados:

Resenha em vídeo: O Filho Eterno

O Filho Eterno
O Filho Eterno
de Cristovão Tezza,
editora Record.

Sinopse: Num livro corajoso, Cristovão Tezza expõe as dificuldades, inúmeras, e as saborosas pequenas vitórias de criar um filho com síndrome de Down. O autor aproveita as questões que apareceram pelo caminho nestes 26 anos de Felipe para reordenar sua própria vida: a experimentação da vida em comunidade quando adolescente, a vida como ilegal na Alemanha para ganhar dinheiro, as dificuldades de escritor com trinta e poucos anos e alguns livros na gaveta, e a pretensa estabilidade com o cargo de professor em universidade pública.

Com precisão literária para encadear de maneira clara referências de anos e situações tão díspares, Cristovão Tezza reforça, com a publicação de O filho eterno, seu lugar entre os maiores escritores brasileiros.