Filme: Django Livre

O Faroeste sanguinário de Tarantino

Django Livre

563. Esse é o número de pessoas que já morreram nos filmes de Quentin Tarantino, segundo o levantamento feito pela revista “Vanity Fair”. Marcado pela violência de seus filmes, com “Django livre” (“Django Unchained”, no original), não foi diferente. Mas, agora, vemos nitidamente um Tarantino muito mais maduro.

O longa é um remake do clássico do gênero western spaghetti (um tipo de bang-bang italiano), “Django”, de 1968, dirigido pelo cineasta Sérgio Corbucci. O roteiro conta a trajetória de Django (Jamie Foxx), um escravo que acaba sendo comprado pelo dentista e caçador de recompensas alemão Dr. King Schultz (Christoph Waltz), que promete libertá-lo se ele o ajudar a capturar os assassinos irmãos Brittle, que já persegue por um longo tempo.

Leia mais…