Li, gostei, mas não resenhei #2

Preciso dizer: ADOREI escrever essa coluna. ESPECIALMENTE depois de ler um livro como o que vou apresentar hoje – impossível de resenhar do jeito convencional.

Para quem tá chegando, pode olhar o primeiro post clicando aqui e entender um pouco melhor do que se trata a ideia. ;)

Uma Breve História do Tempo

Sinopse: Uma das mentes mais geniais do mundo moderno, Stephen Hawking guia o leitor na busca por respostas a algumas das maiores dúvidas da humanidade: Qual a origem do universo? Ele é infinito? E o tempo? Houve um começo e haverá um fim? Existem outras dimensões além das três espaciais? E o que vai acontecer quando tudo terminar? Com ilustrações criativas e texto bem-humorado, Hawking desvenda desde os mistérios da física de partículas até a dinâmica das centenas de milhões de galáxias do universo. Para o iniciado, é uma bela representação de conceitos complexos; para o leigo, é um vislumbre dos segredos mais profundos da criação.

 

Olha, honestamente, não é fácil. Para alguém como eu, da área de humanas, encarar uma leitura baseada em física, mecânica quântica, matemática etc e tal é dureza. DE VERDADE. Exige paciência e concentração – além de muita curiosidade pela vida e o universo e tudo mais

Há alguns anos tive a oportunidade de ler o livro de um físico brasileiro (e a entrevista que fiz com ele você pode ler aqui no blog) e também de entrevistar uma pesquisadora brasileira que faz parte de um dos grupos de pesquisa do Centro Europeu de Pesquisas Nucleares (Cern) – leia aqui! Isso tudo me fez criar interesse e abrir um pouco os olhos pra todo esse mundo de coisas científicas que rolam. Mas isso não quer dizer que eu seja entendida ou que consiga compreender tudo com facilidade.

O livro de Stephen Hawking é uma espécie de Bíblia para iniciantes, na qual o autor tenta facilitar o máximo possível nosso entendimento de teorias e conceitos complexos. É encantador!

Descobrir, redescobrir e repensar hipóteses é muito bacana, mas, não se iluda: você não vai entender tudo de cara. Pelo menos não se você for um leitor comum e leigo, como eu. Foi uma luta finalizar a leitura não porque é ruim, mas principalmente porque precisava ler algumas partes mais de uma vez, especialmente quando envolvia figuras (ficar indo e voltando nas páginas é tenso).

Ainda assim, fiquei fascinada! A forma de tratar de Hawking é objetiva, mas didática. Você fica querendo entender tudo pra poder ficar tão envolvida e fascinada quanto aqueles pesquisadores – que também podem ser consideradas pessoas fora do normal, com QI elevadíssimo e uma atração pelo que é complicado. :P

Infelizmente, como disse, não é possível entender tudo de primeira, mas é o tipo de livro que desperta tamanho interesse em questionar como o universo foi criado e como (e se) ele acabará que merece e precisa ser relido muitas vezes.

Baseada nas teorias apresentadas pelo autor (que não fala só das suas) pude escolher minhas favoritas para acompanhar o desenvolvimento. E isso é muito interessante, ele não nos apresenta uma verdade absoluta, ou uma teoria unificada, porque – TCHARAM! – ainda não há!

Questionamos o início, o desenvolvimento e o fim das coisas, e nesse livro podemos entender um pouco mais do motivo das coisas serem como são – pelo menos até onde a ciência descobriu. De Galileu a Hawkings, passando por Newton e dezenas de ganhadores do prêmio Nobel, temos informações valiosas e totalmente fascinantes.

Posso dizer que fiquei muito satisfeita com a obra e espero poder acompanhar mais sobre o tema e sobre o próprio autor – inclusive acabei de comprar a biografia dele e a história contada pela esposa. E outra coisa que me impressionou MUITO foi ver como uma mente tão brilhante não se deixou aprisionar ou esmaecer em função de uma doença. Ainda bem!

  1. Nadja disse:

    Oi! Não costumo ler livros assim, também são mais ligada a área de humanas, sou fascinada por ela, mas também tenho os meus encantos pelo universo e sobre o começo de tudo e a dimensão dele. Não são muito fã de física, muito menos de matemática, mas com esse tema tão misterioso vale a pena se aventurar nessa leitura.

  2. Rodrigo disse:

    Esse livro parece ser bem legal mesmo e muito interessante. Fiquei curioso pra ler. Vou ver se encaixo na minha lista enorme. Ah, a capa é bem legal, mesmo sendo simples.

  3. Yasmin Narcizo disse:

    Não se deixou dominar pela doença e prosseguiu a vida COM HUMOR! Ele é realmente incrível! Tô muito feliz de ter lido a biografia dele. Partiu livro da Jane! :D

  4. Ana disse:

    Oi Juh,
    Não sou muito chegada em descobrir como funciona o Universo, de onde viemos e pra onde vamos. Prefiro seguir o presente.
    Assim como vc, sou da área de Humanas, e não entendo muito do assunto, o que tornaria a leitura muito pesada. Esse não vai pra minha listinha, mas aguardo a sua resenha da biografia dele.
    Bjos

  5. Ana disse:

    Oi Ju!

    Eu adoro o Stephen Hawking. Admiro ele pra caramba, não só por eu ser da área das exatas, amar Física, Cálculo e etc, mas pela história de vida dele também.

    Tenho muita vontade de ler esse livro. Parece ser exatamente o tipo de leitura que eu gosto, sabe (apesar de eu gostar de tudo quanto é tipo de leitura kkkkk).

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com/

  6. Eu pretendo ler esse livro em algum momento da minha vida, porque…tipo…é um clássico! É Hawking!
    Eu lendo a biografia dele que dava uma “picelada” muito sutil em alguns conceitos abordados nesse livro, já fiquei com dor de cabeça. Imagina como vai ficar meu cérebro depois dessa leitura? kkkk
    Mas vale muito à pena mesmo.

  7. Maria disse:

    Que engrae7ado, muitos dos livro apdotanos fazem parte da biblioteca le1 de casa, outros este3o na lista de desejos. Ou seja, ainda me sobram uma serie deles para verificar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *